Música

Há 26 anos, o mundo perdia Freddie Mercury; suba a hashtag #MercuryForever

No dia 23 de novembro de 1991, a informação que milhões de fãs do Queen no mundo inteiro não queriam ouvir foi anunciada: Freddie Mercury, o líder da lendária banda de rock n’ roll, através de nota, confirmava ser portador do vírus causador da AIDS. Um dia após o choque, a triste notícia: um dos artistas mais completos da música pop havia morrido, depois de alegrar a vida de pessoas ao redor do globo durante quase 20 anos. Era 24 de novembro.

Ficou o legado, a obra de Freddie Mercury, que continuará sendo tocado em shows, estádios, durante eventos esportivos, nas rádios, smartphones, TVs, sites especializados, cantarolado por uma criança na Tanzânia. Para comemorar a vida do vocalista do Queen, entramos na campanha para subir a hashtag #MercuryForever.

Portanto, faça o mesmo em suas redes sociais: twitter, instagram ou facebook. Logo abaixo uma seleção das músicas feita por fãs brasileiros  do Queen, interpretadas pela “rainha do rock”, para animar seu dia.



 

Anúncios
Programação · Teatro

Espetáculo teatral Salina – A Última Vértebra, em temporada de 16 a 19/11 em Fortaleza

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 16 a 19 de novembro de 2017, o espetáculo teatral Salina – A Última Vértebra, com sessões de quinta a sábado, às 19h, e no domingo, às 17h. Com direção de Ana Teixeira e Stephane Brodt e texto do autor francês Laurent Gaudé, a montagem propõe um mergulho numa África ancestral, por meio de uma história atemporal e universal sobre exílio, ódio e perdão.

Salina conta a saga da personagem que dá nome ao espetáculo. Casada à força e violada por seu marido, ela dá à luz Mumuyê Djimba, um filho que ela detesta tanto quanto o pai. Acusada de deixar o esposo morrer agonizante num campo de batalha, Salina é banida de sua cidade.

Exilada no deserto, ela alimenta seu desejo de vingança. Da sua ira, nasce Kwane, que trava uma guerra com seu irmão, Djimba, até que uma reviravolta surpreendente acontece no destino de Salina. Inédita no Brasil, a obra é composta por elementos da tragédia grega e da epopeia africana, onde encontramos o épico, as paixões, o combate e a parte sombria do indivíduo.

Música · Programação

Paulinho Moska convida Mar’tnália em show inédito em Fortaleza

O RioMar Music Festival chega a sua quinta edição trazendo o cantor e compositor Paulinho Moska. Em Fortaleza, é a primeira vez em que ele e Mar’tnália sobem juntos ao palco. O show tem entrada gratuita.

Com um show em formato “voz e violão”, Paulinho Moska chega a Fortaleza no próximo domingo, dia 19 de novembro, em show gratuito no RioMar Music Festival, no Estacionamento Aberto da Lagoa do Papicu. O cantor e compositor convidará nesse show Mart’nália para uma participação especial.

O evento tem início às 16h com abertura dos portões e entregas de pulseiras de acesso. Às 17h, a cantora cearense Lorena Nunes sobe ao palco interpretando o melhor da música brasileira. Logo após, às 19h, Moska e seu violão trazem uma noite de muita música. É a primeira vez que ambos cantam juntos na cidade de Fortaleza. Os dois são amigos e parceiros há anos e tem a música “Namora Comigo” como hino da dupla.

“Voz e Violão” de Paulinho Moska é um show intimistas, em que o artista estabelece uma relação muito direta com o público. O repertório é composto por Pensando em Você, A Seta e o Alvo, A Idade do Céu, Lágrimas de Diamantes, Último Dia, Tudo Novo de Novo, Namora Comigo, Somente Nela, Admito Que Perdi, Quantas Vidas Você Tem?, Sem Dizer Adeus, Muito Pouco, entre outras.

Estão também Tudo Que Acontece de Ruim É Para Melhorar (da novela “Êta Mundo Bom!” – Moska e Mú Carvalho) e Impaciente Demais (da novela “A Lei do Amor” – Moska e Ricardo Leão).

Literatura

AL comemora Dia da Literatura Cearense com homenagens

A Assembleia Legislativa realiza, nesta quinta-feira (16/11), às 18h, no Plenário 13 de Maio, sessão solene para comemorar o Dia da Literatura Cearense, celebrado em 17 de novembro. Durante o evento, serão homenageadas personalidades que se destacaram nas letras de nosso Estado.

Segundo o deputado Heitor Férrer (PSB), requerente da solenidade, com subscrição da deputada Augusta Brito (PCdoB), o Dia da Literatura Cearense é uma homenagem à data de nascimento da escritora Rachel de Queiroz, 17 de novembro de 1910.

Ao todo, serão homenageadas 20 personalidades cearenses, entre elas o ex-governador Gonzaga Mota; o ex-ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Ubiratan Aguiar; a desembargadora aposentada Gizela Nunes da Costa; o poeta Geraldo Amâncio e o escritor Eduardo Pragmácio Filho. Haverá homenagem também ao Projeto Biblioterapia, da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Assalce).

do portal da AL/CE

Caiu na rede

Ouça nova versão de All Dead All Dead, do Queen, na voz de Freddie Mercury

A banda Queen divulgou na manhã desta sexta-feira (27) uma nova versão da música All Dead, All Dead, interpretada no disco News of The World (1977) pelo guitarrista Brian May. Para surpresa dos fãs, a nova versão é cantada pelo vocalista do grupo Freddie Mercury. É um deleite para os fãs do álbum, que completa 40 anos de lançamento, em 2017.

Vale muito a pena conferir o clipe até o final.

Lançamentos · Teatro

A Hora da Estrela completa 40 anos e ganha adaptação para o teatro musical

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, entre os dias 02 e 05 e 09 e 12 de novembro de 2017, o espetáculo A Hora da Estrela – O Musical, baseado na obra da inconfundível Clarice Lispector. O livro, que em 2017 completa 40 anos de lançamento, foi publicado um pouco antes de sua morte e é uma espécie de despedida, em que passagens de sua própria vida são transcritas de forma instigante e envolvente, mas com um toque de melancolia e solidão.

As letras foram escritas pelo cineasta Allan Deberton, que também produz o musical, e conta com a parceria de André Araújo na adaptação do texto. O espetáculo, dirigido por André Gress, possui músicas e letras inéditas, além de uma adaptação no tempo e espaço. O trabalho é uma mistura de vários gêneros culturais, entre teatro, música e literatura.

“O grande desafio da adaptação é o desenvolvimento do novo. A visão da historia já tão conhecida pelo livro e releituras para o cinema e TV ganham uma nova narrativa atrelada à música. Nesse espetáculo, vamos brincar muito com o imaginário da plateia, trazendo todos, literalmente, para o mundo de Macabéa. Cenas icônicas são trabalhadas dentro da linguagem do absurdo e com narrativas musicais. Esse projeto é muito importante, pois é mais um passo nosso no desenvolvimento de espetáculos inéditos de teatro musical no país”, explica André Gress.

Os sonhos de Macabéa

 

A Hora da Estrela gira em torno da personagem Macabéa, uma jovem virgem, do interior, órfã de pai e mãe, inocente e muito ignorante, que vai para a cidade grande com apenas dezenove anos, sonhando com uma vida melhor. O texto reflete sobre os sonhos, as manias e os conflitos internos da garota, aproximando-se dos espectadores justamente por possuir muitos elementos típicos da cultura nordestina.

 

Trata-se de uma obra incomum de Clarice Lispector, em que ela aborda uma vertente mais regionalista, retratando as dificuldades enfrentadas pelos migrantes nordestinos em busca de uma vida melhor na região Sudeste. A miséria, o subdesenvolvimento e o impacto da falta de educação, por exemplo, são temas recorrentes na narrativa, mostrando uma Clarice muito engajada os temas sociais.

 

“Essa é uma adaptação inédita do livro. Existe o filme, existem outras peças, mas agora estamos fazendo algo novo, revisado, nada igual visto antes.  Temos nas mãos um livro importante, muito amado no Brasil e no mundo. Neste musical, queremos divertir e emocionar”, explica Allan Deberton.

 

Ficha Técnica:

Direção: André Gress

Letras: Allan Deberton

Adaptação: Allan Deberton e André Araújo

Músicas e Direção Musical: Liliane Secco

Cenário: Rodrigo Frota

Iluminação: Solon Farias Neto

Figurinista: Beatrice Melo

Atores: Tuane Toledo, Germana Guilherme, Vinícius Cafer e Larissa Góes.

Patrocínio: CAIXA Econômica Federal e Governo Federal

 

Literatura · Programação

AL celebra 2ª Semana do Livro e da Biblioteca em outubro

A Assembleia Legislativa promove, de 24 a 26 de outubro, a 2ª edição da Semana do Livro e da Biblioteca, que será sediada no Salão de Estudos da Biblioteca César Cals de Oliveira, situada no prédio José Euclides Ferreira Gomes (anexo II da Casa).
Aberto ao público, o evento, que ocorre em alusão à Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, vai contar com rodas de discussão, biblioterapias e apresentações de projetos, entre outros momentos voltados para o universo literário.

De acordo com a chefe de seção da Biblioteca, Daniele Sousa, a Semana tem como objetivo incentivar a leitura, difundir o livro e divulgar o papel da biblioteca como instrumento facilitador do acesso à informação.

O equipamento da AL, conforme observa a servidora, “guarda a memória do parlamento cearense e o seu rico acervo histórico merece e precisa ser divulgado e visitado por todos os cidadãos”.

Ainda segundo Daniele Sousa, a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca é um evento comemorativo instituído pelo Decreto nº 84.631, de 1980. “A data original para as comemorações em todas as bibliotecas do País é de 23 a 29 de outubro, e nós, da Biblioteca César Cals de Oliveira, temos a satisfação de oferecer aos servidores da Casa e à comunidade algumas atividades literárias para festejarmos a data”, explica.

Durante os três dias do evento, a programação será das mais movimentadas. Na terça-feira (24/10), a partir das 15h, acontece a inauguração da Estante Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Assalce): Projeto Ler Cuidando do Ser com Biblioterapia. Às 16h, será a vez de uma roda de biblioterapia com a participação da mediadora Jacqueline Assunção e da jornalista Rosanni Guerra.

Na quarta (25/10), a partir das 15h30, ocorre uma discussão literária com o professor Fernando Soares abordando o tema “Felicidade como Fim das Ações Humanas” e tendo como objeto a obra “Ética a Nicômaco”, de Aristóteles.

Já a quinta-feira (26/10) será preenchida com uma apresentação do projeto Clube de Leitura, idealizado pelo professor e servidor da AL Rômulo Nântua. Ele vai abordar e discutir com a plateia o romance “Como Água para Chocolate”, de Laura Esquivel.

Serviço

2ª Semana do Livro e da Biblioteca

Data: de 24 a 26 de outubro de 2017

Local: Edifício José Euclides Ferreira Gomes, anexo II da Assembleia Legislativa (4º andar)

Mais informações: 3277 2696/3277 2692

da portal AL