Música

Queen no Rock In Rio, 30 anos depois; fãs latino-americanos querem estender a turnê

queen

Agora é oficial, a turnê dos remanescentes do Queen, juntamente com o cantor Adam Lambert, enfim vem ao Brasil, e para comemorar o maior festival de pop e rock do País. A  notícia foi confirmada na noite desta quinta-feira pelo próprio site do Rock In Rio, e é tida como a grande surpresa da primeira noite do evento, que tem início no dia 18 de setembro.

Desde o ano passado que Brian May, Roger Taylor e Adam Lambert estão em turnê por diversos países. Já lotaram casas de shows nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Japão, Coreia do Sul, e atualmente, estão encerrando apresentações no Reino Unido.

Agora, fãs da banda em outros países da America do Sul se articulam para levar a banda para outros lugares, como Argentina, Chile, Colômbia e Peru. Os mexicanos também estão pedindo o show do grupo por lá. A ideia é usar a hashtag #‎QueenAdamLambertLatinAmerica‬ no Faebook e Twitter, no dia 28 de fevereiro, às 17 horas, horário de Brasília.

Caiu na rede

Academia Brasileira de HQs é fundada no Rio de Janeiro

abrahq01
Inaugurada oficialmente no último dia 30 de janeiro, a Academia Brasileira de Histórias em Quadrinhos (Abrahq) deu início às suas atividades com 60 mil gibis, ontem armazenados no virtual Museu do Gibi, em Niterói.
A iniciativa de abrir a instituição foi da co-fundadora da marca HQ Forever, Ágata Desmond, após um pedido do “gênio dos gibis” Edmundo Rodrigues. Autor de revistas em quadrinhos desde a década de 50, o paraense chegou ao fim da vida em setembro de 2012, aos 79 anos. No leito de morte, ele pediu que a produtora não deixasse sua obra “morrer”.
“Quando eu prometi ao mestre que faria de tudo para manter viva a história dos quadrinhos, na verdade não sabia no que estava me metendo”, relatou em entrevista ao jornal O Globo. “É preciso muito esforço para tocar um projeto como o da academia, porque não temos apoio financeiro. Mas agora, o que eu mais quero é vê-la crescer e dar frutos”, acrescentou.
No ramo, tradicionalmente dominado pelo sexo masculino, Ágata, que também é radialista e diretora de teatro, é única mulher integrante da Academia. Ao todo, são 20 artistas, incluindo nomes como Flavio Colin Filho, Francisco Farreth, Helio guerra, Lincoln Nery e Wladimir Weltman.
Ainda sem uma sede oficial, a instituição fica no espaço de coworking Colmeia Carioca, em Botafogo, espaço alugado pelo grupo para cada dia de reunião. Segundo Ágata, o principal objetivo é conseguir um local definitivo, onde possa armazenar a coleção e deixar os exemplares expostos.
Outro projeto da academia é viabilizar meios de os artistas se manterem na carreira e de novos profissionais entrarem para o mercado. A ideia é promover cursos de capacitação e fazer uma rede de contatos.
Caiu na rede · Literatura

Somente duas ficções brasileiras estão entre as 20 mais vendidas no País

O Irmão Alemão, de Chico Buarque, está na terceira posição entre as ficções mais lidas no Brasil. FOTO: DIVULGAÇÃO
O Irmão Alemão, de Chico Buarque, está na terceira posição entre as ficções mais lidas no Brasil. FOTO: DIVULGAÇÃO

Que a população brasileira está cada vez mais aderindo ao hábito da leitura, isso ninguém tem dúvida. No entanto, alguns dados demonstram que os leitores do Brasil ainda estão escolhendo textos mais adocicados e literatura erótica para consumirem, na maior parte das vezes, textos de autores internacionais. Enquanto isso, a literatura brasileira segue em segundo plano.

Para se ter uma ideia da situação, nos primeiros dias do ano, somente Chico Buarque e Augusto Cury estiveram entre os 20 autores mais vendidos na categoria ficção, o restante é totalmente formado por autores de outros países. Os números podem ser verificados através do site PublishNews, que monitora a vendagem feita por 12 cadeiras de livrarias no país.

Enquanto que O irmão Alemão, de Chico Buarque, está em terceiro lugar entre as ficções mais vendidas do país, Cury, aparece na oitava posição com Felicidade Roubada. O primeiro lugar está com Se eu Ficar, de Gayle Forman, seguido por Para Onde Ela Foi, também de Gayle Forman.  

Somente Sua, de Day Paralela e A Culpa é das Estrelas, de John Green, estão respectivamente na quarta e quinta posições, vindo logo em seguida, Cinquenta Tons de Cinza, de E.L James. John Green ainda tem outro romance entre os mais vendidos no Brasil, Cidades de Papel, e somente depois aparece Augusto Cury.

Segundo dados da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, lançada em 2012, há 88,2 milhões de leitores no país, de um total de 178 milhões de brasileiros com mais de cinco anos de idade. São considerados leitores, segundo um critério internacional, pessoas que leram pelo menos um livro nos últimos três meses. Chegamos à conclusão de que, apesar de estar lendo mais, o brasileiro segue deixando de lado a literatura local, dando preferência para os estrangeiros.

Caiu na rede · Lançamentos

Editora prepara lançamento comemorativo de 150 anos de Alice…

A editora Zahar está preparando um lançamento especial em comemoração aos 150 anos de publicação do livro As Aventuras de Alice no País das Maravilhas, com ilustrações originais de John Tenniel, que serão revisitadas em colagens digitais por Adriana Peliano. O livro será lançado em julho, quando se completa 150 anos da primeira edição do trabalho mais conhecido de Charles Lutwidge Dogson, ou como ele ficou conhecido, Lewis Carroll.

Alce… foi publicado pela primeira vez no dia 4 de julho de 1865, e conta a história da pequena Alice que cai em uma toca de coelho que a transporta para um lugar impressionante, cheio de criaturas estranhas e antropomórficas, como que em um sonho. A obra foi lançada com dois livros em um texto só, sendo um para crianças e um para adultos.

Caiu na rede · Música

Queen+Adam Lambert podem vir ao Brasil em setembro

Queen e Adam Lambert fazem shows desde o ano passado em diversas partes do mundo. FOTO: THILO RAHN
Queen e Adam Lambert fazem shows desde o ano passado em diversas partes do mundo. FOTO: THILO RAHN

atualizado às 9h13

A informação dada por uma das tantas comunidades do Queen nas redes sociais pegou muitos fãs sul-americanos do lendário grupo de surpresa. Há quem não acredite, que pede para ser beliscado e coisa desse tipo, mas o grupo Queen Argentina, no Twitter e Facebook divulgou que em setembro o Queen, que está em turnê na Europa com Adam Lambert, virá para Brasil, Argentina e Chile.

“Estamos satisfeitos em anunciar que Queen + Adam Lambert vão tocar na América do Sul em setembro”, dizia a mensagem que logo foi reproduzida em comunidades do atual vocalista da banda, assim como em outros grupos da banda. Muitos ainda estão desconfiados com a informação, mas outros tantos, já eufóricos, estão contando nos dedos uma possível informação oficial dos produtores da turnê.

Sem título

Desde o início do ano passado, Queen e Adam Lambert estão em turnê pelo mundo. Iniciou-se na America do Norte, passou pelo Japão, Coreia do Norte, Austrália, Rússia, Leste Europeu e, atualmente, no Reino Unido. A América do Sul, a priori, tinha ficado de fora do roteiro dos caras, mas, ao que tudo indica, pode ser que eles toquem no Brasil em setembro, período, inclusive, em que estará ocorrendo o Rock In Rio 30 anos. Vale lembrar que o Queen foi a grande atração do evento em janeiro de 1985, ano da primeira edição do festival.

Vale ressaltar, que por enquanto, as informações não são dadas como certas, mas o “Queen Argentina” é um grupo respeitado nas redes sociais, e inclusive, logo após repassarem a notícia disseram que a informação até o momento era essa, destacando ainda que tem sido “responsável com tudo o que se publica na página”.

A última vez que o Queen esteve no Brasil foi em 2008, quando Paul Rodgers (ex-Free e Bad Company) assumiu os vocais da banda. Naquele mesmo ano, a parceria rendeu o lançamento do disco The Cosmos Rocks. Logo em seguida a união foi desfeita. Em seguida,  Brian May e Roger Taylor (os remanescentes do Queen) descobriram Adam Lambert, e desde então nunca mais se largaram.

Parte do meu eu

Maquiagem

LW63-MC-Escher-Roosje-Ingen-Housz-1920Nem sabe o que reza, para quem reza ou se reza. Enfiada a cabeça entre os travesseiros, deitada, grita. Pede perdão pelos pecados e a dor da culpa não cessa. Clama, chora rola… de um lado a outro a tão sonhada salvação. Cala, fixa olhar no espelho, negras cachoeiras escorrem dos olhos, rímel, lápis, delineador.

Jogada à cama, despida de pudores e crente na volta por cima. Maldita sois aquela que se entrega de corpo a quem só lhe merecia o desprezo. Perde a alma, a dignidade, a santa paz de espírito…

Ódio, como fui burra, inocente, imbecil, que ódio. O garanhão na rua, bêbado, nojento, enrabando aquela zinha, como não vi, diante dos meus olhos… Dai-me paz, Senhor.

Nem sabia se cria em Deus ou salvação, só queria se livrar da dor da vergonha, do recente passado que atordoa. Soluça, uma, duas, três vezes.

Vibracall, atende? Atende.

Oi.
Não, não quero saber.
Esquece, Igor. Me esquece, porra! Vai cuidar da tua…
O quê? Não me interessa, não quero saber, não é a primeira vez, droga.
Não, não venha. Não quero lhe ver. Não venha, já disse.
Adeus, Igor, vou desligar. Já falei pra não vir, não vou abrir porta nenhuma, tchau.

Respira fundo, vê o rosto todo deformado no espelho. Corre par o banheiro, retocar maquiagem. Brilho labial, batom, base, pó, trocar a roupa, arrumar a cama, preparar um drink. Esperanças e brilhos escorrem dos olhos. Rímel, lápis, delineador…