Literatura · Programação

Ana Beatriz Brandão lança quarta obra em Fortaleza

A Garota das Sapatilhas Brancas, livro que é um dos mais vendidos no Brasil na categoria infantojuvenil, será lançado no mês de outubro

No dia 29 de outubro (domingo), a escritora Ana Beatriz Brandão irá lançar sua nova obra A Garota das Sapatilhas Brancas, pela Verus Editora, do Grupo Editorial Record, na Livraria Saraiva, do shopping Iguatemi, em Fortaleza. O evento, que começa às 16 horas, terá bate-papo com a blogueira Jordana Carneiro.

Spin-off de O Garoto do Cachecol Vermelho, que já está na quinta edição, este segundo romance da autora e quarto livro já publicado, mostra, através das lembranças de diversos personagens já conhecidos e amados pelo leitor, como decisões podem afetar o destino. E os fãs já podem preparar os lenços novamente porque a trama é cheia de emoções.

Na história, Daniel Lobos vive a vida plenamente. Dono de um coração enorme, o jovem divide seu tempo entre duas paixões: a música e as causas sociais. Até que seu caminho cruza o de Melissa, uma bailarina preconceituosa e mesquinha, que põe à prova aquilo em que ele mais acredita: que todo mundo merece uma segunda chance.

Diferentemente do que acontece em O Garoto do Cachecol Vermelho, agora os leitores irão acompanhar o outro lado da história, que é o de Daniel, portador de uma doença degenerativa sem cura, a Esclerose Lateral Amiotrófica, mais conhecida como ELA.

Vítima da mesma doença do pai, ele tenta se desviar dos familiares que tanto fazem perguntas sobre seu estado enquanto faz de tudo para arrancar sorrisos de Melissa. Quando ele propõe a ela o plano de passar dois meses juntos para que ela passe a ver a vida de forma diferente, a aproximação entre os dois se torna inevitável. Agora, nada mais será como antes.

Parte dos direitos autorais deste livro será doada para instituições ligadas à esclerose lateral amiotrófica (ELA). As doações, que contam com o apoio da Verus Editora e do Grupo Editorial Record, irão para o Instituto Paulo Gontijo e a Associação Regional de Esclerose Lateral Amiotrófica (ARELA-RS). Os leitores de O Garoto do Cachecol Vermelho também continuam contribuindo para a Associação Brasileira de Esclerose Lateral Amiotrófica (ABRELA).

Serviço:
Lançamento do livro A Garota das Sapatilhas Brancas
Data: 29 de outubro (domingo)
Horário: a partir das 16h
Local: Livraria Saraiva – Shopping Iguatemi Fortaleza
Endereço: Av. Washington Soares, 85 – Fortaleza

Sobre a autora: Viver em um mundo cercado de magia – esse sempre foi o sonho de Ana Beatriz Brandão. Ela descobriu que era possível tornar isso realidade através da leitura quando conheceu O Pequeno Príncipe, aos cinco anos de idade.Targaryen, potterhead, narniana, semideusa e tributo, Ana vive muitas aventuras todos os dias. Aos treze anos, descobriu que contar histórias era sua paixão e desde então escreveu diversos livros, entre eles O Garoto do Cachecol Vermelho, Sombra de um anjo e Caçadores de almas. Seu maior sonho é poder continuar contando suas histórias para todos aqueles que, como ela, acreditam que os livros são a melhor forma de tocar o coração das pessoas e mudar suas vidas.

Anúncios
Literatura

44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro, aponta pesquisa Retratos da Leitura

Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil anuncia resultados de sua 4.ª edição em seminário em São Paulo; livro com análise será publicado na Bienal do Livro de São Paulo

Há um pouco mais de leitores no Brasil. Se em 2011 eles representavam 50% da população, em 2015 eles são 56%. Mas ainda é pouco. O índice de leitura, apesar de ligeira melhora, indica que o brasileiro lê apenas 4,96 livros por ano – desses, 0,94 são indicados pela escola e 2,88 lidos por vontade própria.

Do total de livros lidos, 2,43 foram terminados e 2,53 lidos em partes. A média anterior era de 4 livros lidos por ano. Os dados foram revelados na tarde desta quarta-feira, 18, e integram a quarta edição da Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil.

Realizada pelo Ibope por encomenda do Instituto Pró-Livro, entidade mantida pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel), Câmara Brasileira do Livro (CBL) e Associação Brasileira de Editores de Livros Escolares (Abrelivros), a pesquisa ouviu 5.012 pessoas, alfabetizadas ou não, mesma amostra da pesquisa passada. Isso representa, segundo o Ibope, 93% da população brasileira.

Para a pesquisa, é leitor quem leu, inteiro ou em partes, pelo menos 1 livro nos últimos 3 meses. Já o não leitor é aquele que declarou não ter lido nenhum livro nos últimos 3 meses, mesmo que tenha lido nos últimos 12 meses.

do Cultura Estadão 

Literatura

Escola Porto Iracema das Artes terá Laboratório de Escrita Criativa

20130216184744970730a-tile
Ronaldo Correia de Brito e Socorro Acioli devem ministrar os cursos de Escrita Criativa no Porto Iracema das Artes

A Secretaria de Cultura do Ceará está preparando para o próximo ano o início das atividades do Laboratório de Escrita Criativa da Escola Porto Iracema das Artes, no Centro Cultural Dragão do Mar. O anúncio foi feito pelo gestor da pasta, Fabiano dos Santos Piúba,  que  afirmou ainda estar conversando com os escritores Socorro Acioli e o cearense radicado em Pernambuco,  Ronaldo Correia de Brito, que devem ministrar as aulas.

O secretário foi questionado sobre os motivos de o Ceará ainda não ter um curso voltado para a escrita criativa, e destacou a novidade, ressaltando também estar discutindo a ideia com a diretora da Escola Porto Iracema das Artes, Beth Jaguaribe, e com Paulo Linhares, responsável pela administração do Dragão do Mar. “Para o próximo ano a gente inaugura nosso laboratório de escrita criativa”, disse o secretário.

Atualmente, a Escola Porto Iracema das Artes é composta por cinco laboratórios: Audiovisual/Cinema, Artes Visuais, Música, Pesquisa Teatral e Dança.  De acordo com o portal da entidade, os laboratórios são espaços de experimentação, pesquisa e desenvolvimento de projetos culturais nas diversas linguagens.

“Funcionam em regime de imersão, através de processos formativos de excelência, desenvolvidos em torno das propostas previamente selecionadas. Os alunos recebem orientação de consultores/tutores, que conduzem a qualificação dos projetos, através de orientações individuais, oficinas, palestras e master class”.

 

Lançamentos · Literatura

Biblioteca Pública do Ceará será reaberta, quinta-feira

Biblioteca-Pública-4

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) reabre na próxima quinta-feira, 23/4, a partir das 8 horas, a Biblioteca Pública do Estado do Ceará, com o acervo disponibilizado à sociedade em um novo local: o “Espaço Estação”, em um dos antigos galpões da RFFSA, ao lado da Estação João Felipe, no Centro de Fortaleza. O espaço, que integra as instalações da futura Pinacoteca do Estado do Ceará, acolherá a partir de quinta-feira mais de 50 mil títulos da Biblioteca Pública, que novamente serão colocados ao acesso da população, para consultas e estudo, com acesso gratuito e em funcionamento diário das 8h às 18h de segunda a sexta-feira e, aos sábados, das 8h às 17h. O espaço abrigará o acervo enquanto o prédio original da Biblioteca passa por reforma.

A programação cultural na quinta-feira começa às 8h e se estende ao longo de todo o dia. A solenidade de reabertura acontece às 15h, com a presença do secretário da Cultura, Guilherme Sampaio, e de representantes de entidades ligadas ao livro e à leitura. Também está prevista a presença do governador Camilo Santana.

Com os títulos mais procurados pelos frequentadores da Biblioteca, salas de estudo, laboratório de informática e uma agenda cultural permanente, o “Espaço Estação” vem atender as demandas dos usuários da Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel, que atualmente passa por reforma geral, com investimento de R$ 9 milhões realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Cultura.

“O intuito do Espaço Estação é garantir o acesso a estas obras durante o período em que a Menezes Pimentel passa pela reforma e, ao mesmo tempo, criar um novo fluxo cultural nesta área da cidade, que já se prepara para receber, naquele local, a Pinacoteca do Estado”, explica o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio. O gestor reforça que os títulos que não estiverem disponíveis no Espaço Estação, como as obras raras, poderão ser acessados por meio de solicitação e agendamento prévio.

Programação de abertura

Para esta quinta-feira, 23/4, dia da abertura do espaço, foi montada uma extensa programação cultural, a partir das 8h, quando acontece, no hall de entrada do equipamento, a abertura de uma exposição sobre o compositor cearense Paurillo Barroso, com performance do ator Klístenes Braga. Das 9 às 10 horas, o Grupo de Teatro de Bonecos Turminha do Ronda faz a alegria da criançada no pátio multiuso, localizado no interior do equipamento. Às 10 horas é a vez de o Grupo de Teatro de Bonecos da Cagece se apresentar.

No período da tarde, das 13h30min às 14h50min, o Grupo Baú de Leitura da Coelce/Casa do Conto realiza contação de histórias infantis. Às 15 horas, está prevista a presença do governador Camilo Santana, para solenidade de abertura oficial do Espaço Estação. O secretário Guilherme Sampaio e os convidados farão uma visita aos diversos setores do espaço, ao som da Banda de Sopro de Pindoretama. Das 16h30min às 18 horas, diversos setores da sociedade civil ligados ao livro, leitura e literatura realizam um primeiro debate sobre a proposta de instalação do Fórum Permanente Biblioteca Viva, colegiado que deve auxiliar as ações e programas daquele equipamento.

A transferência do acervo

Dos 132 mil livros existentes na Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel, cerca de 50 mil serão disponibilizados para a população, durante o período em que o prédio passará por renovação de todas as instalações elétricas, hidráulicas e estruturais. Para que tudo fosse feito de forma rápida e organizada, as profissionais da Biblioteca separaram os livros na mesma sequência em que eles já estavam arquivados e catalogados, dessa maneira, ao chegar no Espaço Estação, bastou montar as estantes.

“Fizemos um trabalho de higienização e reorganização dos livros para deixar o prédio pronto para receber as obras”, detalha a diretora da Biblioteca Pública do Estado, Enide Vidal.

Ainda segundo Enide, estão sendo levados para o Espaço Estação 12 mil títulos infantis, 10 mil sobre o Ceará ou de literatura cearense, 13 mil de literatura geral, 10 mil obras gerais (referentes às áreas de conhecimento das grades escolares) e 2.500 volumes em braile. Também funcionará no local o Centro Digital do Ceará, que dispõe de dez computadores com acesso à Internet para pesquisas e trabalhos.

A coordenadora de Políticas do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas da Secult, Mileide Flores, reforça que a escolha pelo novo espaço integra um conjunto de ações no sentido de promover uma ocupação cultural daquela área da cidade. “Procuramos as associações, comunidades e entidades da região para apresentar o projeto e receber propostas para esta ação. Estamos todos muito animados”, relata.

SERVIÇO: 

Reabertura da Biblioteca Pública do Estado do Ceará – Espaço Estação

Rua 24 de maio, nº 60, Centro, Fortaleza

Programação de inauguração

8h – Abertura da exposição acessível sobre Paurillo Barroso c/ performance de Klístenes Braga (Hall de entrada)

9h às 10h – Apresentação do Teatro de Bonecos Turminha do Ronda (Pátio multiuso) – qual o conteúdo da peça solicitar release

10h às 11h – Apresentação grupo de Teatro de Boneco da CAGECE (Pátio multiuso)

13h30min às 14h50min – Apresentação do Baú de Leitura da Coelce/Casa do Conto (Pátio multiuso).

13h às 16h

– Apresentações multiculturais concomitantes

– Visitas guiadas aos setores da Biblioteca em vários momentos

– Leituras dramáticas com artistas do curso de Princípios Básicos de Teatro/TJA em vários momentos

14h50min – Abraço a Biblioteca Pública do Estado do Ceará – Espaço Estação

15h – Banda de Sopro de Pindoretama (Recepção ao governador Camilo Santana – a confirmar – e ao secretário de Cultura Guilherme Sampaio). Distribuição de rosas. Performances/esquetes com artistas do curso de Princípios Básicos de Teatro/TJA (Cervantes, Monteiro Lobato e Shakespeare)

16h30min às 18h – Proposta de constituição do Fórum Biblioteca Viva

da assessoria

Caiu na rede

70% dos brasileiros não leram um livro sequer em 2014

pesquisa-fecomercio-habitos-de-leitura

Sete em cada dez brasileiros não leram um livro sequer no ano passado, revela pesquisa da Federação do Comércio do Rio de Janeiro sobre os hábitos culturais, feita em 70 cidades de nove regiões metropolitanas.

O mapa do lazer do brasileiro revela um consumidor sem muito entusiasmo pela arte e literatura. Cerca de 55% dos brasileiros responderam que não fizeram nenhuma atividade cultural em 2014. Em 2013, essa porcentagem era de 49%.

A leitura de livros caiu de 35% para quase 30% dos entrevistados. 70% dos pesquisados não leram um único livro neste ultimo ano.

O uso da internet, facilitado pelos smartphones é apontado na pesquisa como um dos responsáveis pela queda na leitura, principalmente entre os jovens.

Os frequentadores de cinema também diminuíram no ano passado. Já as idas ao teatro dobraram em relação a 2009.

Mas, ainda assim, 89% não assistiram uma peça sequer entre 2013 e 2014.

A resposta da maioria dos entrevistados é que eles não lêem ou não freqüentam atividades culturais por falta hábito. Mas, para os pesquisadores, a situação econômica do país também interfere no lazer dos brasileiros e muitos consumidores concordam com isso.

“O crescimento da economia está menor em 2015, a propensão das pessoas a frequentar ambientes culturais provavelmente vai ser muito próxima da de 2014. Então, é importante apostar em promoções, parceria com outras empresas, inclusive de outros segmentos, para atrair esse consumidor que esá mais desconfiado”, aponta Christian Travassos, gerente de economia da Fecomercio-RJ.

do Jornal da Globo